19.8.15

ARTES DA LOLA #1


Logo após a Lola ter chego em casa, foi um grande desafio poder ensinar ela comer com calma, ela comia desesperada sem mastiga simplesmente engolia, quando fui falar com a veterinária ela disse que isso era devido ao crescimento dela até o momento em abrigo. E como sabemos que são muitos cachorros e nem sempre há alimento para sassiar a fome de todos. Tudo bem entendi e vivia falando devagar .... mastiga ... e ficava mastigando para ela entender o que é mastigar. 

A chegada dela foi perfeita... Estava no final de minha férias e pude dar toda a atenção e ensinar o básico a ela. O Fernando chegava no final do dia e brincava com ela e ficávamos dando a atenção que ela precisava. Poucos dias depois voltei para o trabalho, aí que começa a história aliás as histórias (conforme irei lembrando estarei atualizando).

Nós morávamos em um apartamento térreo, daqueles antigos com área de luz, coloquei ela e fui pegar as minhas coisas para ir trabalhar, a Lola só ficou olhando quando estava trancando a porta começou a chorar, e o choro só foi aumentando tanto na frequência quanto no volume. Quando estava no portão entrando no carro o Fernando disse: ah não para deixar ela assim.... eu só olhei para ele e disse: ela precisa entender e se adaptar, não posso ficar sem trabalhar por causa disso.  Nesta época eu só trabalhava até meio dia na escola, mas ficava o resto do dia fazendo coisas da escola (um trabalho minucioso e nunca reconhecido). 

Quando cheguei em casa lá estava ela largada no chão e com os potes todos comidos, ele teve uma fase de roer dois potes por semana, eles ficavam imprestáveis. Enfim está fase acabou e ela entendeu que poderia ficar sozinha na área de luz e com a certeza de que o Fernando e eu voltaríamos para casa e ela teria carinho e atenção novamente. 

Comentários
0 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Fabiana Eggert - 2015. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Cute Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo